Responda com sinceridade. Se alguém tentasse invadir sua casa, seria fácil ou você toma as medidas de segurança residencial? Foi pensando na sua segurança dos lares que resolvemos abordar esse assunto.

Falar sobre segurança em casa é fundamental, ainda mais nos grandes centros urbanos. Infelizmente, roubos às residências se tornaram recorrentes. Além do prejuízo financeiro, existe a ameaça às nossas famílias.

Não há sistema de segurança para casas que reduza esse risco a zero, mas algumas medidas podem ser tomadas para que esse perigo seja diminuído consideravelmente.

Observe nossas dicas para ter mais segurança em casa.

Dicas de segurança residencial: o que fazer

Você pode estar se perguntando: então, como proteger minha casa?

Elaboramos esta lista com 13 estratégias de segurança residencial.

Confira.

Proteção para muros residenciais

Os muros existem desde a idade média, e a sua principal função é evitar que os inimigos os atravessem, protegendo assim os seus. Talvez você não tenha inimigos, mas certamente não seria amigo de alguém que almeje invadir a sua casa.

Muros de concreto inibem que bandidos observem o movimento e a rotina interna da residência. Em contrapartida, o mesmo muro não irá permitir que você veja caso alguém esteja vigiando a casa.

Nossa dica é: faça o muro. Uma pessoa mal-intencionada pode vigiá-los dentro de um carro e procurar invadir a casa durante a noite. Ou seja: O muro evita que vocês sejam vigiados e as grades não garantem que você perceba que está sendo vigiado.

Além disso, garanta a cerca de segurança para muro, de preferência elétrica. O muro deve ter de dois a três metros de altura.

Como deixar o portão mais seguro

Portões são um dos pontos fracos. Em qualquer distração, bandidos podem entrar. Logo, a primeira necessidade é que ele seja eletrônico. Mas só isso não basta.

O portão de grade pode facilitar sua vigilância no momento de sair de casa, entretanto possibilita que pessoas más intencionadas também o observem.

Já o portão de ferro impede a visualização dos dois lados. O melhor é contar com um portão de ferro, desde que possua câmeras de segurança, assim vai poder observar o movimento antes de sair de casa.

Câmeras de segurança residencial

Juntamente com o alarme, a câmera é um dos equipamentos segurança residencial que mais afugenta ladrões. A possibilidade de serem reconhecidos, ou pegos em flagrante é grande. Certifique-se de não deixar pontos cegos, pois caso o ladrão consiga se aproximar sem ser visto, pode neutralizá-la.

Interfone com câmera

O interfone com câmera facilita a comunicação com qualquer pessoa que estiver na entrada, sem que alguém se coloque em risco para ir atender.

Como evitar roubo pelo telhado

Para evitar esse tipo de arrombamento a primeira pergunta a ser feita é: Que tipo de telhado é o meu?

A mais insegura das coberturas certamente é a de telha. Hoje são poucas as residências construídas com esse tipo de telhado, entretanto é comum encontrar nas casas mais antigas. Se for o seu caso, procure trocar assim que possível.

Porém, outros tipos de telhados como o brasilit e o zinco podem ser cortados ou despregados do teto com certa facilidade.

Por esse motivo, procure trancar o tampo de acesso ao sótão. Sendo assim, ele teria que quebrar o forro e iria acordar os moradores da casa.

Mas e se não tiver ninguém em casa? Aí temos que ter outra carta na manga: o alarme!

Alarme para casa

O alarme é um dos métodos mais eficientes contra ladrões, se o barulho ensurdecedor não os afugentar terão que correr por outro motivo: a polícia vem aí!

Aqui você pode contar com um aliado para chamar a polícia, se não tiver no contrato que a equipe de segurança vá até o local no caso de o alarme disparar: peça para um vizinho de confiança ligar para a polícia caso o alarme dispare por um período superior a um disparo acidental.

Portas e janelas

Portas de alumínio ou madeira são frágeis e fáceis de serem arrombadas, procure contar sempre com portas de ferro e sem a janelinha de vidro.

Priorize fechaduras fortes e adicione mais dois pontos de chave na porta, além da fechadura principal.

Janelas acessíveis da rua e sem grades são um erro, então: coloque grades nas janelas. Mas aqui tem um detalhe interessante: em caso de incêndio as grades poderão ser fatais, pois inviabilizam uma saída, caso a porta fique inacessível. Deixe um pequeno espaço, discreto na parte inferior da grade, que passe uma pessoa. Se for necessária uma fuga, será feita por ali e no espaço deixado será inviável um ladrão levar objetos de médio ou grande porte.

Seu vizinho pode ser um aliado

Além de ligar para a polícia como citado acima, um vizinho de confiança pode lhe ajudar em outras coisas:

  • Ao sair de casa por um período acima de uma semana peça para que o vizinho retire as correspondências da caixa de correio.
  • Um pode avisar o outro em caso de movimentação suspeita.
  • Combinem de sempre avisar quando forem retirar algum móvel da casa. Existem casos de levar as coisas durante o dia, como se fosse uma equipe de mudança trabalhando.

Cuidado com as chaves

Jamais use um chaveiro com o seu nome, foto, letra inicial ou qualquer referência sua ou da sua residência.

Não deixe chave na fechadura caso a porta tenha um vidro ou se a janela for próxima a porta. O ladrão poderá quebrar o vidro, alcançar a chave e abrir a porta.

Ao sair de casa esconda as chaves reservas ou leve com você. Se o bandido entrar por uma janela ou pelo teto vai ter mais dificuldade de levar objetos maiores, como uma geladeira. Agora, se ele conseguir abrir a porta vai ser bem mais fácil para ele.

Luzes no quintal e sacadas

Procure manter o quintal iluminado a noite, de preferência por lâmpadas com sensor automático, quando forem acionadas a irá chamar a atenção direto para o foco de luz. Isso também serve para sacadas. O simples fato de a luz acender exatamente onde o ladrão estiver poderá intimidá-lo, mesmo que ninguém veja.

Tenha um cão

Um cão de médio ou grande porte é um dos fatos mais respeitados por bandidos. Além do cachorro alertar sobre a presença do estranho é um risco eminente para a segurança física do invasor.

Mas cuidado: procure adestrar seu cão para não aceitar comida de estranhos. Ele pode ser envenenado ou conquistado por alguém mal-intencionado. E, se o cachorro aparecer com sintomas de envenenamento fique alerta: alguém pode estar planejando invadir a sua residência.

Se eu fosse um ladrão, como faria para entrar em minha casa?

Gaste alguns minutos observando pelo lado de fora da sua residência. Existe algum ponto fraco que facilitaria a entrada de assaltantes? Procure observar se a grade do vizinho, uma parada de ônibus ou qualquer outra coisa pode auxiliar em uma possível escala para acessar a sua sacada, janela ou terreno.

E caso o ladrão entre no pátio, ele terá alguma janela ou porta? Faça essas observações se encontrar alguma brecha, procure eliminá-la.

“Reparos na internet”

Quando uma prestadora de serviço ligar informando que precisa fazer algum ajuste técnico, desconfie.

Primeiro: Dificilmente alguém vai fazer um reparo na sua casa sem você ter solicitado. Antes de abrir a porta para um trabalhador desconhecido, ligue para a empresa e confirme se eles realmente estão enviando alguém. Pode ser reparos na internet ou qualquer outro serviço, se informe antes.

Como não ter prejuízo mesmo que a casa seja roubada

O fato é que por mais precauções que possam ser tomadas, ninguém está livre de ter o seu lar invadido e seus pertences roubados, estando com a família em casa ou não. Em outras palavras, não podemos ter certeza de que jamais vamos ter algum sinistro em nossos lares.

Entretanto o prejuízo pode ser evitado. Mas para isso é necessário contar com o seguro. A Fedrizzi Seguros, por exemplo, disponibiliza seguros residenciais, que oferecem proteção contra incêndio, roubo e danos elétricos, entre outras coisas.

Leia mais

Receba ofertas e conteúdos em primeira mão

Fique tranquilo. Não vamos lotar sua caixa de entrada!

🔒 Seus dados estão seguros conosco.