Pular para o conteúdo

Entenda quais os tipos de ataques cibernéticos e quais as medidas necessárias para fugir desse problema.

Já imaginou se roubassem o dinheiro da sua conta sem deixar rastros?

E as informações financeiras da sua empresa, como dados bancários ou detalhes de cartão de pagamento, ou mesmo a interrupção de negociação, transações on-line, perda de negócios ou contrato?

Apesar de desesperadoras, essas situações são cada vez mais possíveis, ao menos para quem não segue algumas medidas de segurança.

Por isso, neste texto vamos falar o que são ataques cibernéticos, seus tipos e formas de se proteger. Acompanhe!

O que são riscos cibernéticos?

Os riscos cibernéticos são eventos que podem causar perdas de dados e estão ligados a qualquer tipo de ataque criminoso feito em ambientes virtuais.

Acontece por meio de sistemas de invasão e ameaça para outros computadores, contas e demais conteúdos digitais.

Os riscos cibernéticos acontecem na busca de dinheiro, de dados pessoais, ou até mesmo com vista em uma extorsão virtual.

Por meio de interferência no acesso do usuário a seus próprios arquivos ou dispositivos.

Normalmente, exigindo um pagamento on-line anônimo para que seja restaurado.

Assim, eles permitem que aconteçam atentados que visam danificar ou destruir redes alheias.

E ocorrem quando, na maioria das vezes, existe uma ou mais falhas de segurança no sistema utilizado.

Ou seja, seu potencial de prejuízo financeiro, estrutural, de gestão de imagem são enormes, seja para uma empresa e até mesmo para uma única pessoa.

Tipos de ataques cibernéticos

São diversos os tipos de crimes cibernéticos e inúmeros os exemplos.

De interceptação de informações pessoais de terceiros ou dados sigilosos de organizações e empresas.

Até roubo de dados financeiros ou credenciais bancárias de terceiros, indivíduos ou organizações.

A invasão de computadores pessoais, de empresas ou redes de computadores, pode, sem dúvida, abrir inúmeras possibilidades para quem está mal-intencionado.

Conforme o tipo de uso ou extorsão, colocar a vítima em enorme situação de vulnerabilidade.

Entre os principais ataques cibernéticos estão:

Ransomware

O ransomware é um tipo de sistema que toma conta do computador ao ser baixado, intencionalmente ou não.

E que exige um valor do usuário para devolução da máquina ou das informações.

Essa espécie de sequestro é frequente e ocorre quando uma pessoa acessa um site sem segurança, dentro da rede da empresa.

Ele também é comum em anexos de e-mails não confiáveis.

Phishing

Phishing é o roubo de dados importantes da rede, como senhas, informações pessoais, conteúdos financeiros, por meio de acesso a um site de baixa segurança.

Neste tipo de ataque o usuário é direcionado, por meio de gatilhos, a clicar nestes links e demais páginas.

Cavalo de Troia

Assim como na mitologia grega, esse tipo de ataque se trata de uma estratégia onde os criminosos se utilizam de mensagens desconhecidas sinalizando descontos, presentes ou outro atrativo ao usuário.

Porém, ele contém um software malicioso oculto, que despeja um vírus no computador, muitas vezes nem notado pelo usuário.

Seus prejuízos vão desde perda de arquivos até o acesso a informações confidenciais por pessoas não autorizadas.

Ataques de força bruta

Os ataques de força bruta são tentativas de invasão de sistemas, voltados para senhas, por meio de ações estratégicas que ajudam a descobrir nomes dos usuários e chaves de acesso.

Spoofing

O Spoofing se caracteriza por falsificar a identidade de uma empresa ou pessoa, por meio de invasões ao sistema operacional.

Assim, utiliza destes dados para contatar o usuário por meio deste remetente, que não levanta suspeitas ao receptor da mensagem via e-mail.

Cryptojacking

Bastante comum às empresas, o alvo do cryptojacking são as criptomoedas.

Esse ataque ocorre quando os invasores tentam ter acesso ao local onde estão armazenadas.

Backdoor

Semelhante ao Cavalo de Troia, o backdoor busca ter acesso administrativo aos arquivos do computador para ver, deletar e instalar documentos.

Ele também pode utilizar da imagem da empresa para enviar e-mails ou links com algum software malicioso.

Casos de ataques cibernéticos no brasil

Quando uma empresa sofre um ataque cibernético há inúmeros prejuízos, como a perda total do sistema, que leva à exclusão de arquivos e demais dados importantes.

Recentemente, diversos ataques virtuais no Brasil aconteceram por conta da vulnerabilidade das pessoas em desconhecer o assunto.

O aumento de ataques cibernéticos é outra consequência negativa e bastante preocupante.

Tendo em vista a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e o comprometimento da reputação do negócio.

Além disso, a danificação dos equipamentos é outro grande fator prejudicial a qualquer iniciativa.

A possibilidade de danificação do HD das máquinas causado pelos ataques cibernéticos é enorme.

Isso força a empresa a realizar um investimento, muitas vezes, bastante alto e inviável para o momento.

Um dos casos de ataques cibernéticos no Brasil mais recente e popular é da rede de lojas da marca Renner.

Segundo o pronunciamento oficial da empresa, divulgados em comunicado geral, o sistema foi infectado por um Ransomware.

Restringindo, portanto, o acesso ao sistema infectado por meio de um bloqueio.

O ataque ocorreu entre os dias 19 e 21 de agosto, e deixou o site das Lojas Renner fora do ar, afetando máquinas das bases de dados de Porto Alegre e São Paulo, e cerca de 1,3 mil servidores.

A resolução se deu sem que a marca negociasse com os criminosos, ainda que circulasse informações que diziam o contrário.

Mas, de forma geral, o sistema foi restabelecido, restando apenas a ideia da vulnerabilidade dos ambientes virtuais e a necessidade de medidas efetivas de segurança para pessoas e empresas.

Seguro de riscos cibernéticos: como funciona?

Saber reconhecer a existência de ataque cibernético e como se proteger é uma maneira de manter a saúde do seu negócio.

E ainda que não exista uma medida única, há diversas estratégias que podem ser utilizadas na prevenção de ataques cibernéticos.

Investir em segurança da informação é fundamental, e dentro disso contar com um firewall de qualidade ajuda a evitar grande parte desses ataques.

Ademais, é aconselhado que se utilize uma VPN (Virtual Private Network), que oferece mais proteção à empresa.

Outras ações também são benéficas, como o treinamento da equipe, para que ela consiga identificar com facilidade as ameaças e evitar acessos não autorizados.

Neste sentido, evitar também a conexão de dispositivos desconhecidos nos computadores da organização é uma precaução indicada.

A adesão a seguros, como o Seguro Cyber Risk da Fedrizzi Seguros, também é um meio bastante funcional para maior proteção, segurança e privacidade na internet da empresa.

Conheça de perto essa alternativa!

Leia mais

Receba ofertas e conteúdos em primeira mão

Fique tranquilo. Não vamos lotar sua caixa de entrada!

🔒 Seus dados estão seguros conosco.

Entraremos em contato com você

Seus dados estão seguros conosco.